1) O que é TOC?
O tratamento por ondas de choque ou litotripsia em ortopedia. As ondas de choque inicialmente foram aplicadas em urologia para a fragmentação dos cálculos renais. (os leigos falam em operação de cálculo renal por laser).

2) Quais as indicações e as patologias mais frequentes?
As indicações são para patologias ortopédicas / reumatológicas crônicas - com pelo menos três meses de evolução, tendo sido realizados vários tratamentos como: medicação, fisioterapia, acupuntura, alongamentos (bons tratamentos), sem cura. As patologias são tendinite com ou sem calcificação do ombro (vulgarmente chamada de bursite), epicondilite lateral do cotovelo (cotovelo de tenista), epicondilite medial do cotovelo (cotovelo de golfista), bursite trocantérica ou bursite calcificada do grande trocânter, tendinite do tendão patelar, fascite plantar (vulgarmente chamada de esporão de calcâneo), tendinite calcificada ou não do tendão de aquiles, retardo de consolidação de fraturas ou pseudo artrose de fraturas, feridas crônicas de diabéticos, feridas tipo escara de decúbito, feridas por compressão devido ao uso de aparelho gessado.

3) Por que meu médico não fez esta indicação?
Alguns colegas não lembram deste procedimento. Outros não acreditam. E outros não conhecem. Apesar da terapia por ondas de choque já ter mais de 30 anos na Europa, 20 anos nos Estados Unidos e 15 anos no Brasil ainda carece de mais divulgação. Na Europa e nos Estados Unidos já é liberada pelos órgãos EMEA e FDA, respectivamente.

4) Por que meu convênio não libera?
Os convênios infelizmente só estão obrigados a liberar os procedimentos que já estão no chamado Rol da Ans (lista de procedimentos da agência nacional de saúde ligada ao ministério da saúde). Este rol é caduco tendo procedimentos na sua maioria invasivos.

5) Qual é a porcentagem de cura?
Como a medicina é uma ciência viva e não exata os bons e excelentes resultados ficam de 75 a 80% dos casos.

6) Quantas aplicações são necessárias?
Existem vários aparelhos. Existem várias tecnologias. Usamos ondas eletro hidráulidas. (De uma a três aplicações com intervalo de seis semanas). Usamos ondas radiais (de uma a cinco aplicações semanais ou quinzenais).

7) A aplicação dói?
Não

8) Depois da aplicação tenho aumento da dor?
Não. Pode ocorrer edema e uma pequena equimose(roxa)

9) Existe alguma seqüela ou efeito colateral devido a TOC?
Não. As aplicações indicadas e confirmadas cientificamente não produzem nenhum tipo de seqüela.Em mais de 50.000 pacientes tratados em todo o mundo. Procure profissional bem informado para responder suas dúvidas.

10) Caso não tenha êxito com uma, duas ou três aplicações de TOC que pode acontecer comigo?
Nada. Poderá se submeter a qualquer outro tratamento, inclusive cirúrgico.

11) Quais as contra indicações? Gravidez, marca passo, sangramento por gengivas, nariz ou ouvidos, casos agudos, infiltração de cortisona no local nas ultimas seis semanas, patologia maligna no local da aplicação.

12) Caso não queira me submeter a esta terapia por ondas de choque poderei continuar com tratamento convencional?
Sim. Com certeza e poderá inclusive curar da dor, porém as calcificações permanecerão e poderão voltar a incomodar futuramente.